13 de novembro de 2010

Tenso!

Afinal, o que você quer saber? Perguntei com um pouco de receio que dali saissem mais perguntas do que as respostas que eu decorei. - Bem, o que você acha que é isso? Sorri com o canto da boca, por que afinal, era aquela uma das perguntas sem resposta que eu temia. - Óh, eu realmente não sei, você me entende? - Ok. Você não quer falar não é mesmo? - Digamos que nesse momento exista um "não sei o que lá" percorrendo o espaço entre meu estômago e minha garganta, me sinto engasgar. O velho gosto amargo voltou ao meu paladar e isso é, como se diz, travoso?
- Certo. Só quero que saiba que eu não vou deixar ok? No que depender de mim, nada disso irá se concretizar, falou, desperdiçando todo meu ímpeto de coragem que me levou exatamente àquele lugar, tenso.



1 comentários:

Zero disse...

Sim, a gente sempre escreve um pelo outro! rsrs
Voltei com a corda toda, tenho postado uma vez por semana no mínimo... Obrigado pela visita!
Sempre tenho lido os seus textos...Só não tenho mais sido efetivo em comentários...rsrs

Um beijão!
ah! Se quiser maiores contato me segue se tiver que te sigo tbm, ok?
www.twitter.com/huggodalmon
bjão!

Postar um comentário

Metendo o bedelho onde foi chamado.