10 de novembro de 2009

Nada sei...


Eu sei de tudo que se passa no mais profundo de mim, eu consigo captar cada um dos meus sentidos, mas não tenho essa mesma compreensão do que acontece fora de mim. Das coisas que fogem ao meu controle, que não me pertencem, destas, nada sei.
Tenho vivido momentos difíceis em meus relacionamentos. As coisas parecem ter fugido do meu controle. Perdi as rédeas da situação e agora, me vejo confrontada a fazer algumas escolhas.
Embora eu fuja de situações decisivas, elas parecem me perseguir. Chegou o momento de seguir meu caminho, de abandonar algumas coisas, de consertar outras, de não me arrepender e não olhar pra trás.
Inevitável, porém, é não sofrer. Impossível é não chorar. Mas eu vou conseguir, por que sei que mesmo não sabendo nada, há alguém que sabe de todas as coisas e me ajudará nessa jornada.

1 comentários:

Zero disse...

Bem, na vida sempre aparecem estradas bifurcadas, o lance é se jogar em uma delas... Ôo

as vezes a que parece ser assustadora, por ser desconhecida é a melhor coisa que vai acontecer em sua vida!

passei por escolhas há poucas semanas, escolhi a estrada nunca trilhada, e descobri nessa estrada o caminho da felicidade!

agora a escolha e tua!

game over or restart!

Postar um comentário

Metendo o bedelho onde foi chamado.