8 de agosto de 2008

O mundo dá voltas!


Hoje aqui, amanhã? Onde? Dia desses andei pensando sobre os rumos que minha vida anda levando. Meditei, e pude perceber como tudo é um ciclo. Estou sempre indo e voltando pros mesmos lugares, pras mesmas pessoas, pros mesmos problemas, pras mesmas dúvidas, enfim, o mundo dá voltas e voltas, mas acaba sempre parando no mesmo lugar.
Há algo que mudou, e isso eu não posso negar: Eu mudei. Apesar de tudo isso, hoje eu não posso dizer que sou a mesma de ontem. “Não vejo nem sinto as coisas como via antes”, diz a letra de uma música que gosto bastante, e que traduz aquilo que estou tentando dizer aqui.
No momento passo por provas nada fáceis, que estão exigindo de mim um amadurecimento, firmeza e, sobretudo esperança. Além de meus problemas, pessoas queridas estão sofrendo ao meu redor e me sinto impotente em não poder ajudá-las, pelo menos não como desejaria.
Mas não desanimo, pelo contrario, renovo a cada dia as minhas forças. Eu vou me segurar nesta certeza de que o mundo dá voltas e qualquer hora dessas viverei dias melhores. Esse tempo que atravesso servirá pra me habilitar a viver os dias maus, aqueles que não posso impedir que cheguem, mas posso passar por eles de pé, sabendo que a espera não pode matar a esperança.

2 comentários:

marizecvieira disse...

"a espera não pode matar a esperança."

um dia eu aprendo
enqt isso fiko aki esperando vc voltar...

Thales Estefani disse...

Ei amiga bloguera, tudo bem?!
Essa coisa cíclica da vida é muita loucura... eu tb tenho passado por muita coisa difícil por esses tempos, todos temos, o ser humano é um lutador por natureza, sempre enfrenta dificuldades... nós temos q respirar fundo e colocar tudo na ponta do lápis... vamos conseguir resolver tudo, problemas emocionais, familiares, financeiros, profissionais, num importa, somos maiores e Deus segura nossa mão como um pai zeloso faz com seu filho... tudo vai ficar ok num é?!
Adoro ter vc no meu blog, afinal, é a única alma viva q passa por lá, num tenho tempo de divulga-lo e vc é a única q num me abandonou... brigadu!
Bjus
t+

Postar um comentário

Metendo o bedelho onde foi chamado.