27 de maio de 2008

Homossexualidade animada?




Pode-se verificar que a televisão hoje ocupa papel determinante na formação de conceitos, principalmente nas crianças. Os desenhos animados são os maiores lideres da audiência infantil, e são justamente esses, os atuais alvos da crítica social, acusados de apologia homossexual.

Em 1999, os Teletubbies, da Grã-Bretanha, foram mergulhados numa polêmica sexual por um líder religioso americano que avisou aos pais que deveriam ficar alertas a mensagens sutis enviadas por Tinky Winky, um dos quatro personagens andróginos, escolhidos por sua cor roxa e a antena triangular que carregava na cabeça, ambos símbolos do orgulho gay.

Recentemente a polêmica alcançou o criador do sucesso Bob Esponja , o mais novo acusado de propaganda homossexual por meio de grupos conservadores cristãos nos Estados Unidos. A acusação surgiu a partir de um episódio em que Bob Esponja e seu parceiro Patrick adotam uma lesma e enfrentam problemas para cria-la. Em um outro, no dia dos namorados, Patrick presenteia Bob com um balão em forma de coração e um chocolate com os dizeres “eu te amo”.

"Isso não tem nada a ver com o que nós tentamos fazer (...) Nunca tivemos a intenção de que Bob Esponja e Patrick fossem gays. Eu os vejo como quase assexuais. Tentamos apenas fazer graça." Informa o criador do “calça quadrada” Stephen Hillenburg, 43 anos.

Em reação às acusações “Bob Esponja”, foi escolhido para estrelar um vídeo feito pela fundação americana We are the family, no qual pregavam tolerância.

Para dar uma resposta a esse problema, a doutora em educação Rosa Bueno Fisher diz em trecho de sua reportagem à Agencia O Globo que:

“Todos os produtos culturais - aí incluídos os desenhos, os filmes e os livros - refletem a sua época. Por isso é natural e esperado que hoje o tema da homossexualidade esteja presente na arte e no entretenimento que se produz para crianças. (...) É interessante que a diversidade do mundo apareça, desde que não seja de modo preconceituoso, isso é excelente para a criança ter acesso a diferentes informações e opções do mundo de hoje. É impossível hoje uma criança não ser despertada para o tema da homossexualidade. Então que ele esteja nos desenhos, mas nunca de uma maneira vulgar".

E então, qual a sua opinião?


Referências:

*Quem tem medo do arco-iris, por Letícia Helena e Tânia Neves- Agência O Globo; Mundo Mix

*Bob Esponja não é nem gay nem heterossexual, diz seu criador ; Por Jan Dahinten;

10 comentários:

Marizé disse...

"É interessante que a diversidade do mundo apareça, desde que não seja de modo preconceituoso, isso é excelente para a criança ter acesso a diferentes informações e opções do mundo de hoje."

é isso.

• A l i n e x) disse...

"É interessante que a diversidade do mundo apareça, desde que não seja de modo preconceituoso, isso é excelente para a criança ter acesso a diferentes informações e opções do mundo de hoje."

[2]

Eu não acho que ele é gay, vejo o Bob esponja assexuado, acho que a cabeça das pessoas adultas é muito preocupada com coisas que uma criança não veria maldade. Hoje em dia, amigos se presenteiam no dia dos namorados na falta de um namorado ou namorada... Esse ano eu e minhas amigas faremos isso! :x Essa perseguição aos desenhos e seriados apenas tira das crianças a melhor coisa de ser criança, que é a inocência!
Nossa, abusei do espaço!
akslpak

Mas assim, obrigada pelo elogio no blog, fiquei realmente feliz! E prometo passar mais vezes aqui, pois a forma crítica como você escreve me encanta, principalmente porque eu sou afobada demais para organizar as idéias como você faz!

beeijos ;*

Amanda disse...

Eu não acho que nenhum personagem seja gay. Quem tava com essa fama era o Mickey também... mas poxa, E A MINNIE? Hahaha
Acho bobagem isso de mensagem subliminar em tudo que se vê; é fanatismo com certeza.
Mas você esqueceu de dar a sua opinião :)

Ah, e obrigada pelo elogio à foto, mas a melhor foto no rio Tocantins é a do seu perfil! :)
Beijos

Tuka blog disse...

Realmente, não expus minha opinião.
É que eu, como jornalista, devo ser imparcial!

daí... prefiro não comentar ^^ rsrs
se é que me entendem!

Acho que vcs conseguem ler nas entrelinhas aquilo que penso,ou não?

oO' assim eu entro em crise kkk!

Thales Estefani disse...

Oi moça! Nossa, primeiro tenho q me desculpar demais por ter sumido, mas é q eu to num processo hiper ocupado de busca profissional, mas enfim...
A minha opinião: bem, já refleti muitas vezes sobre isso. como amante incondicional de animações e ilustrador, isso faz parte da minha vida. acredito na intenção do criador em apenas fazer graça e acredito sim q seja sadio expor vários tipos de informação mesmo nos programas destinados ao público infantil.
Uma coisa q me preocupa profundamente é q algo como expor a diversidade da sexualidade seja tão preocupante para as pessoas, ao passo q muitos outros desenhos passam mensagens de consumismo (Totaly Spies por exemplo), alienação dos pais (Jake Long, Danny Fanton...) ou violência explícita (Pica-Pau - é sério!). Sem contar afrontas morais não indicadas para crianças, como a iniciativa da globo de transmitir "Os Simpsons" nas manhãs diárias.
Falando desse jeito, pareço ultra-moralista, mas é bem o contrário, sou a favor de q os desenhos e programas explorem os mais variados temas. mas sou completamente contra condenar um judas, enquanto o outro come pelas beiradas auxiliado por apenas um indicativo: interesse comercial!
Por fim, creio q o papel principal é dos pais. Eu assisti a todo tipo de desenho na infância e continuo assistindo a muitos, mas o diferencial foi a educação q minha mãe me deu e o caráter q ela me fez construir.
Liberdade à arte! Sempre!

Marizé disse...

o problema é que hoje em dia nem todas as crianças são inocentes assim...

Marïana disse...

Olá!
Obrigada pela visita ao listinhas!
volta sim!;]

ei,ei,ei,
sei que o bob é gay!
ahehahehahe

acho q mesmo qndo não é intencional,esses criadores (gays,no caso)acabam deixando traços claros que os personagens são uma forma de mostrar a causa homossexual,o que não é de todo mal para todas as crianças(uma vez que a adoção de crianças por casais homossexuais já é consentida em vários países).Ou é isso,ou não passa de neurose moderna,pra variar ;]

beijo,té mais o/

Anamaria Zanatta disse...

Acho que a homossexualidade deve ser mostrada na midia como uma coisa totalmente NORMAL. As crianças vêem cenas de sexo explicito
nas novelas e ninguém critica dizendo que é errado, agora pra acontecer um beijo gay...sabe como é.

eu não vejo o bob como um personagem gay, mas e se fosse? qual o problema? quando essa criança for adulta e estiver com a cabeça cheia de preconceitos vai ser pior, então é melhor ela crescer com a cabeça mais aberta, já que quando ficar maior vai ter que conviver com pessoas diferentes , e caso for homossexual, não vai sofrer tantos traumas...

^^

Zero disse...

"É interessante que a diversidade do mundo apareça, desde que não seja de modo preconceituoso, isso é excelente para a criança ter acesso a diferentes informações e opções do mundo de hoje."

nada mais a declarar...

Dragões de Areia disse...

Olá. Estou realizando pesquisa sobre a sexualidade nos animês. Gostaria de ter acesso a esta entrevista concedida pela Professora Rosa Fisher, teria como você enviar-me o texto original ou ou link da materia? Meu email é felipejornalismo@hotmail.com.

Grato desde já.

Postar um comentário

Metendo o bedelho onde foi chamado.