5 de dezembro de 2009

A Lua me traiu...


Sábado é o grande dia do consumismo. E hoje eu decidi peregrinar por um dos seus maiores templos – o shopping. O motivo? Assistir o novo filme da saga Twilight: Lua Nova. Devo ser sincera, minhas expectativas não eram muito grandes. Primeiramente por que o primeiro filme é penoso, e depois, por que como de costume quando se trata de livros que viram filmes, o livro supera a película.

Como já era de se esperar, a fila para comprar os ingressos só aumentava. Ainda bem que eu já tinha o meu em mãos! Lá dentro, um bando de adolescentes efusivos e “fantasiados” burburinhava e tirava fotos à espera do inicio do filme. Luzes apagadas: começou.

Nada mais chato que aqueles gritinhos e suspiros sempre que aparecia o “vampirEMO Edward ou o “lobinho” Jacob.

Na verdade, o filme em si, vale à pena, se levarmos em consideração o ápice das complexas historias de amor. Ainda que seja mesmo insosso, a inusitada história do triangulo amoroso entre a humana, o vampiro e o menino-lobo acaba por merecer o preço do ingresso, mas não mais que isso.

Agora... Será que não poderiam ter arranjado uma atriz mais "picolé de xuxu" para protagonizar a Bella? Por vezes achei que se tratava de outra espécie lendária – um duende. E o vampiro, que supõe-se ser um deus grego (e que mais lembra Edward, mãos de tesoura – reparem a coincidência dos nomes) também não me parece lá grandes coisas!

Tem mais! Em crepúsculo eu até torcia por Edward, mas em Lua Nova, não há como não torcer por Jacob. O cara faz o que pensa, não é politicamente correto e o melhor de tudo: tem cor.

3 comentários:

Marizé Vieira disse...

eu atooron a saga, mas seria cega se não concordasse com vc heuaheuaheuaea

Zero disse...

perfeita, a melhor crítica que já li dessa saga, é tudo o que eu penso quanto ao filme. eu trabalho em uma loja de moda alternativa sabe?! e o dia inteiro entram pessoas falam mal ou bem desse filme, as vezes acontecem até discussões... e eu naum entendo porque um simples filme de amor (que é um plágio) conseguiu criar duas correntes "filosóficas"...é chocante!
sou completamente imparcial, mas acabei tomando nojo por tanta repercussão sem nececidade!

bjuuuu
*;

James Pimentel disse...

O melhor de tudo.. tem cor!
sauhsuahshashahsahshahshashash

Postar um comentário

Metendo o bedelho onde foi chamado.